/ Blog

Um fórum de debate dos temas da comunicação, aberto à participação de todos os que atuam no segmento. Entre e deixe o seu recado.

Como colocar as marcas de alimentação na mesa do consumidor

03 novembro 2016

*Por Raquel Ferreira

Todo mundo conhece uma receita ou tem aquele prato especial, que passa de geração em geração. É neste ambiente familiar que os fabricantes de alimentos querem estar e fazer parte das histórias das famílias.

Como conquistar este status? A lição de casa começa internamente, oferecendo produtos de qualidade para ser referência entre os consumidores. Mas com tantas opções disponíveis nas gôndolas ter qualidade e variedade nem sempre são características suficientes para entrar na lista de compras. É preciso aparecer! Aí uma boa estratégia de comunicação faz toda a diferença!

Para que o trabalho seja eficaz é preciso envolver todos os braços da comunicação: relações púbicas, social media e publicidade, que devem falar a mesma língua. Vou abordar aqui algumas ações possíveis dentro do universo de relações públicas.

O trabalho envolve tanto jornalistas – que podem se tornar parceiros e grandes embaixadores das marcas – quanto influenciadores digitais que, por meio de blogs e redes sociais (Facebook, Instagram, Snapchat etc.) compartilham experiências com seus seguidores.

A primeira coisa a se pensar é que uma fabricante de alimentos quer estar na cozinha. Como conseguir isso?  Mostrando formas de incluir o produto nas receitas. Aí entram as sugestões de receitas, que hoje conquistaram um espaço cativo em jornais, revistas, sites e portais. Isso porque se trata de uma prestação de serviço, uma forma de incentivar seu leitor a ser criativo na cozinha.

Uma estratégia é sugerir para a imprensa receitas nas quais o produto em questão esteja entre os ingredientes. O pulo do gato é a foto, afinal, o visual desperta o apetite appeal, ou seja, a vontade de comer. Então uma receita deliciosa e uma linda foto bastam, certo? Nem sempre.  É muito importante que a marca conheça o perfil de seus consumidores. Não adianta nada a marca pregar praticidade e sugerir receitas muito elaboradas, por exemplo.

Feito o dever de casa, é hora de iniciar a divulgação.  Neste ponto entra em cena a estratégia da agência de comunicação, que deverá entender o mercado do cliente e conhecer os veículos das regiões de interesse. Não basta ter uma receita deliciosa, dentro do perfil do consumidor e uma foto linda se não há relacionamento com os jornalistas. Neste ponto a agência estabelece o relacionamento e mostra para quem está nos veículos de comunicação por que a marca merece aquele espaço.

Com os influenciadores digitais, além do envio da receita, é preciso entender o modus operandi de cada um para definir a melhor estratégia. Ações com press kits e experiências são exemplo que surtem efeitos positivos.

Relacionamento estabelecido, é hora de compartilhar um conteúdo de qualidade para abastecer toda a imprensa. Trabalhar com receitas é apenas uma das muitas vertentes para a divulgação de empresas alimentícias.

De acordo com o perfil da marca é possível fazer várias ações de RP. Mas estas ações são assunto para outro artigo.

Raquel Ferreira

Jornalista, formada pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Adora ler, assistir séries e filmes. Coordena o núcleo de Consumo e Saúde da Press à Porter.

CONTRIBUA COM O BLOG PRESS

Envie seu texto para [email protected]

Blog Press