/ Blog

Um fórum de debate dos temas da comunicação, aberto à participação de todos os que atuam no segmento. Entre e deixe o seu recado.

O papel do porta-voz nas empresas

19 novembro 2021

Manter uma boa imagem perante a sociedade e comunicar-se bem com todos os seus públicos, é uma questão sine qua non para empresas de qualquer porte ou segmento. E quem é responsável por transmitir as mensagens? O porta-voz!

Atributos e valores: Ele é o rosto e a voz da instituição que representa, seja pública ou privada, o que o obriga a reunir atributos que vão além da sua competência técnica.

Primeiro, é fundamental que o porta-voz tenha clareza sobre a importância e responsabilidade do seu papel. Esse profissional, adicionalmente, precisa ter habilidade para comunicação interpessoal, ser equilibrado e se distanciar de polêmicas, uma vez que sua imagem vai refletir diretamente na empresa que representa. Alguém que transmita credibilidade e cuja relação discurso x prática esteja absolutamente intrínseca. E é claro, uma boa dose de carisma e empatia.

Política de porta-voz: Para garantir uma comunicação segura e eficaz, as empresas criam políticas para seus porta-vozes. É uma forma de estabelecer antecipadamente qual o profissional adequado para cada tema e o limite de alçada de cada um.

Treinamento: Uma vez definida a política de porta-voz, é fundamental que esses profissionais passem por treinamentos sob medida para essa função. Neste sentido, o media training aplicado por agências de comunicação corporativa é uma das ferramentas mais estratégicas e essenciais. Esse treinamento possibilita que o porta-voz adquira a segurança necessária para um diálogo com o público externo e, principalmente, com os veículos de comunicação.

Mas é bom lembrar que só o treinamento não faz milagres. A prática é o melhor aprendizado.

Confiança nas empresas: De acordo com o estudo global Edelman Trust Barometer, que ouviu mais de 33 mil entrevistados em 28 países (1.150 no Brasil), as empresas são as instituições mais confiáveis globalmente. No Brasil, elas estão à frente de ONGs, da Mídia e do Governo, para citar três exemplos. O que essa alta confiabilidade significa? Que eleva a responsabilidade do porta-voz, como representante oficial das companhias, para um patamar ainda maior. Mas ao mesmo tempo uma enorme janela de oportunidade para a comunicação com o público.

Gustavo Diamantino

Gustavo é sócio da Press à Porter e faz parte da diretoria da Abracom. Santista de coração, apaixonado pela família e eterno observador do lado cheio do copo.

CONTRIBUA COM O BLOG PRESS

Envie seu texto para [email protected]

Blog Press